Qual a forma correta? “A par de” ou “ao par de”?

Não é muito difícil para mim, como professor, ouvir todos os dias perguntas a respeito da grafia das palavras. Costumo ser muito severo com meus alunos quando se trata de ortografia nas provas. Desconto da nota deles problemas ortográficos porque sei que, lá na frente, quando forem fazer o vestibular ou algum concurso será cobrado da mesma forma. Não é preciosismo, mas cuidado com as situações em que a língua portuguesa deve ser usada na sua forma padrão. No artigo de hoje trago mais uma expressão que costuma ser confundida pelas pessoas. Apesar de não ser comum o uso delas, acabamos escrevendo da forma errada justamente por isso. Leia o texto abaixo e aprenda mais um pouco sobre a nossa língua portuguesa.

Dúvidas sobre como escreve a palavra

Não é raro ouvirmos alguém dizer: “Estou ao par da situação”. Há algum problema nessa frase? Evidentemente não quanto ao sentido, que não nos cabe pôr em dúvida nesse caso, mas quanto à gramática.

O problema está em “ao par de”. A pessoa deveria dizer antes “Estou a par da situação” para indicar que ela está ciente da situação, está inteirada do que está ocorrendo.

Usa-se “ao par” apenas para referir equivalência de valor entre moedas:

O dólar está ao par do euro.

Quando não for esse o sentido pretendido, recomenda-se o emprego de “a par”:

Estou a par da situação.

Maria percebeu que não estava a par dos últimos acontecimentos.

Se você quiser aprender a escrever Português da forma correta e ainda se preparar para os vestibulares e testes que vier a fazer, acesse o curso Português Prático. Lá você terá toda a base para usar a língua portuguesa da forma que é mais adequada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *