Como escreve? “À medida que” ou “à medida em que”?

É bastante comum que as pessoas cheguem até a página de contato deste site cheios de dúvidas sobre como se escreve um apalavra. É o que mais acontece em sala de aula e não poderia ser diferente na hora de usar a internet. O problema é que se aqui qualquer pessoa pode escrever e tirar as dúvidas, na hora de escrever um texto dissertativo, nenhuma dúvida pode ser tirada na hora do Enem. Por isso, vale aprender antes da prova isso.

À medida que” ou “à medida em que”?

Diz-se “à medida que” ou “à medida em que”?

Aqui, não se trata do “a” sem acento, como na frase “A medida que ele tomou é drástica”. Não é esse o caso. O que estamos discutindo é a locução conjuntiva “à medida que”, a qual alguns preferem, erroneamente, substituir por “a medida em que”. A forma correta é “à medida que”.

Apenas um lembrete: “locução conjuntiva” é todo grupo de palavras que relaciona duas ou mais orações ou dois ou mais termos de natureza semelhante.

À proporção que chovia…

“À medida que” significa o mesmo que à proporção que”.

À medida que o mês corre, o bolso esvazia.

Trata-se de uma locução conjuntiva com valor de proporção, introduzindo orações subordinadas adverbiais de proporção.

Há ainda a locução “na medida em que”, que vem sendo usada na imprensa e em muitos textos com valor causal.

O governo não conseguiu resolver o problema
na medida em que não enfrentou suas verdadeiras causas.

Ou seja,

O governo não conseguiu resolver o problema
porque não enfrentou suas verdadeiras causas.

Alguns condenam o uso de “na medida em que” argumentando que não há registro histórico dessa forma na língua. Mas o fato é que essa construção já se tornou rotina, mesmo entre excelentes escritores.

O que não é aceitável sob hipótese alguma é escrever “à medida em que”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *